Pinheiro nu














Os cartões internacionais de boas festas,
as bolas vermelhas, os enfeites luminosos, algodão,
tudo de volta ao fundo do armário.
A que serve uma árvore de natal nos primeiros dias de janeiro?
Reduzida a sua importância,
o pinheiro nu ocupa agora um lugar de pouco glamour na garagem
e ao lado de espadas de São Jorge e xaxins,
espera ansiosamente a chegada de um novo dezembro
com seus excessos gastronômicos, os cartões,
bolas vermelhas, os enfeites luminosos, algodão.

Comentários

Karina disse…
Pois é, restará o pouco glamour - se ao menos lembrarem de regar as plantas! ;).
Rodrigo, entrei por indicação de mi hermana e comparsa nos disparos do Canetas Engatilhadas, miss Suseli Honório. Gosto do que vejo e voltarei mais vezes, ok? Um abraço!
RODRIGO CARNEIRO disse…
Que honra, Karina. Abs

Postagens mais visitadas