Gostosas


ANTONIA

E se ela, com um sorriso interesseiro e intrometido, tudo muito “um dia depois do outro”, realmente aparecer?

E se ela, ensolarada e maconheira, tirar a camiseta, jogar os coturnos na minha cabeça e me cobrar “aquele mico em Parati”?

E se ela, com a mesma inflexão da chegada, me perguntar: “Você ainda tá a fim?”?

MAÍSA

Minha dentista.

Quase tímida se não fosse meio caipira (ou vice-versa), delicada e inexplicavelmente casada com um brucutu. Apanha.

O tratamento de canal mais triste da cidade.


Trechos do livro O BANQUETE – As gostosas de Caco Galhardo revisitadas por Marcelo Mirisola (2004), que eu tive o prazer de reencontrar na manhã desta terça-feira.

Comentários

Postagens mais visitadas