Amigos, dinheiro e repúdio




Os chapas Céu, Maquinado, Mamelo Sound System, Hurtmold, Akin e Dj
Makoto apresentam-se hoje no Choperia do Sesc Pompéia. A baladaça terá ainda a discotecagem do Daniel Bozio. Participações especiais de
Jorge Du Peixe, Elo da Corrente e Espião estão previstas.

Além de oferecer os shows, que, os amigos sabem, são de gente talentosa e distinta, a intenção do Intensom é arrecadar dinheiro para o tratamento de recuperação do produtor canadense Scotty Hard. Em fevereiro, o Scotty, que produziu Nação e Mamelo, sofreu um grave acidente automobilístico em Nova York. Ninguém cobrou cachê e o montante da bilheteria vai ser destinado às despesas hospitalares. Já ouvi dizer que os ingressos estão quase acabando. Maravilha.

E por falar em dinheiro e Sesc, há uma movimentação sinistra rolando no governo federal: a redução em pelo menos 33% dos recursos da entidade para a criação de mais um fundo de financiamento de programas de formação profissional. O texto final do projeto de lei, que, no final das contas, tumultua o trabalho eficiente e verdadeiramente democrático que o Sesc realiza em suas unidades, foi assinado no último dia 28 de abril pelo ministro da Educação, Fernando Haddad.

Eis aqui o link para que todos saibam dos perigos da intervenção, dos debates que a infeliz proposta tem gerado e, o melhor, possam se manisfestar assinando o documento online de repúdio.

Comentários

Postagens mais visitadas