Cartões corporativos


Apesar de pagar a fatura dos cartões corporativos, ou seriam cartões governamentais, como questionava um comentarista político na manhã desta quinta-feira, eu não tinha visto ainda a carinha de um deles. Muito prazer seu cartão. Agora estou tranqüilo. Que venham mais contas de free shop, restaurantes, choperias, veterinário, loja de instrumentos musicais, joalherias...

Os tais cartões, você sabe, estão em poder de gente que ocupa postos-chave na administração pública e que faz pagamentos de urgência, compra serviço, adquire produto ou cobre gastos de viagens não-programadas.

Comentários

Anônimo disse…
Tem que mandar matar esses filho da puta, carneiro. Desculpa a revolta. Legal o blog. JJ
Rodrigo Carneiro disse…
Não é fácil, JJ. O país acabando. Valeu a visita. Abs
Anônimo disse…
Se o Tim, o Vinícius, ou o Wally Salomão estivessem por aqui, certamente estariam dando um trampo com o Gil, na Cultura. Já pensou primo? A pobre da Matilde ia parecer irmã Carmelita... e o "Prézacard" ía ser pouco!
Rodrigo Carneiro disse…
Só ia, primo. Pode acreditar

Postagens mais visitadas