Um salve para Piva

O fabuloso poeta Roberto Piva, que está internado em São Paulo

O poeta Ademir Assunção tem acompanhado os detalhes da internação do grandioso Roberto Piva. Caso raríssimo da poesia brasileira, um dos maiorais da coisa toda, Piva sofre de mal de Parkinson e está no Hospital das Clínicas, em São Paulo – cidade tema de alguns de seus poemas em brasa. Aos 73 anos, o poeta deve passar por uma cirurgia de próstata e por um cateterismo nos próximos dias. Está lá na batalha. E, detalhe, o HC é um órgão público. Sugiro a leitura dos blogs do Ademir (Sua poesia voltou a circular como um furacão, mas o poeta continuou vivendo em situação precária. É comum os amigos se cotizarem para comprar os remédios que ele precisa para manter os efeitos do mal de Parkinson num nível razoável. Artistas não vivem de elogios) e do Marião (Se me permitem, vou quase que parafrasear o poeta Allen Ginsberg em seu brilhante prefácio para a obra de Gregory Corso e dizer que Roberto Piva é talvez (na minha opinião ele é) o maior poeta brasileiro vivo e nesse momento está internado num hospital público em São Paulo precisando de auxílio). Por eles, eu soube que está rolando uma conta bancária que deve ser utilizada. Piva vai precisar de grana quando receber alta.

Comentários

Anônimo disse…
Vamos ajudar!

Postagens mais visitadas