Barroso, Berry e Mirisola

Julio Barroso em ação, foto surrupiada do blog do Jotaço

Há alguns posts atrás falávamos de uma das músicas da Gang 90, Jack Kerouac, do grande Julio Barroso (1954/1984) em parceria com Alice Pink Pank, lembram? Pois o queridaço Jotabê Medeiros, que também reconhece o brilhantismo do cara, postou ontem trechos de escritos do Barroso sobre Chuck Berry. Coisas muito apropriadas a respeito do guitarrista que esteve no Brasil na semana passada. Dêem um lida.

as gravadoras brasileiras estão marcando bobeira: o genial guitarrista chuck berry, cuja música foi enviada ao espaço na nave norte-americana explorer (como uma mostra do som do planeta Terra para os alienígenas), não tem nenhum disco em catálogo por aqui.
já era tempo de editarem alguma coisa – nem que fosse um the best of.
afinal, carinhas como john lennon e keith richards não cansam de dizer ao mundo que devem tudo o que sabem de música ao genial guitarrista black dos anos 50.
(texto publicado na Revista Pop, 1979)

é bom saber assim, de maneira moderna, bacana e espiritual, que somos filhos culturais da grande mãe áfrica, e de gilberto gil a duke ellington, de chuck berry a bob marley, de miles davis ao maestro machito, cartola, etc..., a música nos tem sido entregue por nossos black soul brothers espalhados ao redor do mundo pelo sistema escravagista do esquema europeu, o mesmo esquema que massacrou as nações indígenas do nosso continente.
(...)
é manifestar na era eletrônica nossa eterna gratidão pelo gentio do mundo inteiro que com sua beleza e força de amor pela vida sobreviveu malandramente às santas inquisições e está aí correndo solto na veia da juventude internacional.
elvis, na verdade, era uma encarnação televisiva de chuck berry, que adentrou a sala de jantar da cultura ocidental, com seu gingado insolente que mudou os costumes de todas as futuras gerações.
(texto publicado na Revista Somtrês, 1981)


Pichação na Belas Artes

E por falar em textos robustos, o Marcelo Mirisola aproveita o episódio da pichação na Faculdade de Belas Artes e as declarações da diretoria do Colégio Santa Cruz para chutar alguns fundilhos em sua coluna semanal do Congresso em Foco.

Comentários

Postagens mais visitadas