Enquanto isso, em 1977




François Truffaut lançava L'homme qui aimait les femmes (O Homem que amavas as mulheres). O trecho acima diz muito do intento do filme. Já o cartaz, devidamente enquadrado, é um dos que me acompanha desde os tempos em que eu vivia com os meus pais. No momento, figura em lugar de destaque na sala da minha humilde morada.

Recomendo também o livro. Fã, né?

Comentários

Postagens mais visitadas