As 13 mais de Morrissey

Morrissey e sua camiseta do New York Dolls, banda da qual ele foi o presidente do fã-clube quando adolescente

Aproveitando que hoje é dia 13 – “no dia 13 eu acordei bem mais cedo/ no dia 13 atirei contra o sol/ no dia 13 eu fui a mil por hora/ deixando rastros por todo o lugar/ no dia 13 apostei nos cavalos/ tentei a sorte no jogo de dados/ no dia 13 acendi mil cigarros/ está na hora de recomeçar”, já dizia uma bela canção dos Três Hombres -, o site britânico The Quietus convidou o grandioso Morrissey para listar os 13 álbuns que fazem a sua cabeça topetuda. Há registros fonográficos de New York Dolls, Ramones, Patti Smith, Roxy Music, Jeff Buckley, entre outros, nos prediletos do cantor. Eis a lista:

1. New York Dolls - New York Dolls (Mercury, 1973)
2. Ramones - Ramones (Sire, 1976)
3. Patti Smith - Horses (Arista, 1976)
4. Nico - Chelsea Girl (MGM, 1967)
5. Iggy & The Stooges - Raw Power (Columbia, 1973)
6. Sparks - Kimono My House (Island, 1974)
7. Velvet Underground - 'White Light/White Heat' (Verve, 1968)
8. The Velvet Underground - 'The Velvet Underground & Nico' (Verve, 1967)
9. Roxy Music - 'For Your Pleasure' (Island, 1972)
10. Damien Dempsey - 'Seize the Day' (Attack, 2004)
11. Smoking Popes - 'Born to Quit' (Capitol, 1995)
12. Jeff Buckley - 'Grace' (Columbia, 1995)
13. Jobriath - 'Jobriath' (Elektra 1973)

Por falar em Moz, o Matias nos conta que há uma enciclopédia do cara rolando por aí. Organizada por Simon Goddard, a recém-lançada publicação se chama Mozipedia, The Encyclopedia of Morrissey and The Smiths. Pode? É lógico que sim.

Comentários

Postagens mais visitadas