Narrativa sobre a noite de rock no Urban Lounge, bebês

Olha, a casa bem é legal. Mas bem legal mesmo! Puta estrutura, pista grande, lugar confortável pra tomar uma, área reservada pra trocar ideia, bar bacana e o som do DJ também é firmeza. Se marcar tem até espaço pra fazer peça de teatro, apresentação de standup etc. Mas o que péga mesmo é que talvez ainda falte estrutura pra show de rock, saca? Como está – e aqui sem nenhum juízo de valor, ok? - talvez funcione muito bem pra shows de sertanejo, pagode, festas etc. e tal. Aquelas com volume no qual as pessoas podem conversar durante a música, rolar aquele affair entre os presentes, enfim, esse tipo de coisa. Mas pra show de rock, com banda ao vivo, é diferente. Não tem jeito. Tem de ser alto. E além de ser alto tem de soar bom. Simples assim.

Leia a íntegra no Diário de bordo, tradicional recanto, aliás, em belo novo blog, dos meus comparsas do La Carne.

E, mais uma vez, obrigado pelas ótimas fotos, Oswaldo Corneti.

Comentários

Carlos Remontti disse…
é noses compañero. Mais uma vez, honra pra classe trabalhadora dividir o tablado com os Mickey. E vamo que vamo.
rodrigo carneiro disse…
um forte abraço, mano.

Postagens mais visitadas