Hans Beck (1930 - 2009)

Playmobeatles? Eu quero, eu quero, eu quero

Fera do design instintivo, o alemão Hans Beck, de 79 anos, morreu na sexta-feira, 30, mas a má notícia só foi divulgada ontem, 2. Beck, vocês sabem, foi o criador dos brinquedos Playmobil, figurinhas de plástico que fizeram a alegria daqueles que viveram a era da inocência entre os anos 1970 e 1980 - não sei se a garotadinha da atualidade se interessa.

Leio que Beck (na foto ao lado) era carpinteiro dos bons e começou a trabalhar na linha de montagem dos brinquedos do Grupo Brandstätter em 1958. O projeto dos bonequinhos o acompanhava desde então, mas só com a crise do petróleo em 1970, Beck, promovido a designer da empresa, pôde colocar as idéias em prática e lançar a primeira série. Mais de 2,2 bilhões de peças do brinquedo foram vendidas desde que chegou ao mercado em 1974. No Brasil, os personagens eram lançados pela indústria de brinquedos Trol - meus pais, tios, avós e padrinhos que o digam. Isso até 1991, quando a Trol encerrou atividades e os bonequinhos passaram para as mãos da Estrela.

Beck aposentou-se em 1999 e a fábrica é hoje a maior companhia de brinquedos da Alemanha com 3.000 empregados e um faturamento de 452 milhões de euros. Um brinde ao grande carpinteiro Beck e suas criaturas coloridas.

Comentários

André Toma disse…
Brinquei muito. Ainda tenho os meus...na caixa original e tudo...Haha!
Rodrigo Carneiro disse…
Eu praticamente obrigava as pessoas a me presentear com os bonequinhos. Sem essa de roupinha ou bola de futebol nos aniversários. O negócio era Playmobil, ahahah. Abs
deia disse…
rodrigo,
minha filha,4 anos,adora...
fica horas esquecidas com seus amiguinhos de plastico.
bjos
Rodrigo Carneiro disse…
Que maravilha, Deia! Fico feliz em saber que a nova geração também cultua os bonequinhos. Sabe das coisas a tua herdeira. Bjs

Postagens mais visitadas