O Desprezo na tarde

Ter férias de final de ano é uma benção. A cidade fica vazia, os horários perdem a rigidez e o ficar de bobeira torna-se a meta. Nessa onda, acordei tarde, almocei e fui aos DVDs na estante. Reencontrei Le Mépris (O Desprezo), fita de 1963 do grande Jean-Luc Godard. Baseado no romance Il Disprezzo , do escritor Alberto Moravia, o longa-metragem narra a crise conjugal vivida pelo roteirista Paul Javal, interpretado por Michel Piccoli, e pela belíssima Camille, uma Brigitte Bardot fascinante. O filmaço tem ainda Jack Palance, o diretor alemão Fritz Lang interpretando a si próprio, Capri, a ilha italiana das cigarras, como cenário, uma edição inusitada e citações eruditas e da cultura pop a todo momento nos dizeres dos personagens. Sem contar a aparição inicial de Camille e as perguntas que ela faz ao marido sobre a anatomia e o amor. Bom, dêem uma olhada. Ah, as férias.

Comentários

Postagens mais visitadas