Scarlett Johansson mais uma vez


Biquinho scarlettiano que estará na páginas da revista Allure de dezembro

Sei que me repito ao postar chorumelas relacionadas à Scarlett Johansson. Ela, que nunca me viu mais magro, já apareceu diversas vezes aqui neste blog como tema de culto implícito. Só não escrevi mais um post no sábado passado por leve preguiça e entendimento da recorrência scarlettiana nas mal-traçadas (resolvi dar uma esnobada, vai que funciona e ela me ouve...). Eu acabara de assistir ao mais recente filme do Woody Allen, Vicky Cristina Barcelona, que, me informa o JB Online, "levou mais de 96.000 pessoas aos cinemas em seu final de semana de estréia. A bilheteria da chamada primeira semana supera a melhor marca do cineasta no Brasil, com Todos Dizem Eu Te Amo (86.178 espectadores) de 1997". É. Lá está a moça em esplendor, causando muito em território espanhol. Depois de testemunhar o trio de gazelas (a própria Scarlett, Penélope Cruz e Rebecca Hall), que contracena, e se enrosca, e enlouquece, com o personagem de Javier Bardem, saí do Espaço Unibanco de Cinema ainda mais convencido de que a beleza existe e é um bem palpável, ahahah. Delícia de filme, viu! A verdade é que minha opinião sobre fitas do Woody Allen também é suspeita. Sou fã do cara e consegui encontrar pepitas em seus momentos, digamos assim, menos inspirados. E essa fixação que ele tem pela Scarlett de alguma forma nos aproxima. É mais um interesse em comum que eu tenho com o cineasta. Divagações à parte, a razão do batuque todo é o ensaio fotográfico que a atriz e cantora diletante fez para edição de dezembro da Allure. O natal está por vir.

Comentários

Anônimo disse…
hehehe, maluco da porra!
rkjazz disse…
e ae só aparece a "metade" de cima, hein? no melhor estilo star treck, compartrilho a sua dor. abraço, brother
Rodrigo Carneiro disse…
Ela não está nem aí pra gente, ahahahah. Forte abraço.

Postagens mais visitadas