"Sigo porque gosto de cantar"


Como faz para manter a sua carreira viva sem um contrato com um selo para lançar um CD e vivendo na era do download gratuito? Ainda se sente relevante para a música?

Eu me sinto triste porque nenhuma gravadora quer assinar comigo. Isso diz muito sobre a indústria da música nos dias de hoje. Ela está efetivamente morta agora.

Não é que ela esteja morrendo: já morreu! As gravadoras a mataram ao bagunçar as paradas de sucesso e por assinarem contratos com moleques de 15 anos que ficariam emocionados em fazer tudo isso sem um contrato.

Sigo porque gosto de cantar e, até o momento, tenho um público que quer minhas músicas. Mas minhas razões para continuar não significam nada para as gravadoras.


Morrissey, que se apresenta em Belo Horizonte, Rio e São Paulo, respectivamente nos dias 7, 9 e 11 de março, em entrevista a Lúcio Ribeiro, publicada nesta segunda-feira, 27, na "Ilustrada", da Folha de S.Paulo.

Comentários

Postagens mais visitadas