Um agradecimento

Dia desses no Facebook, o jornalista Marcelo Pinheiro, que tem dado as cartas na reportagem da brava revista Brasileiros, lembrou de sua passagem pelo programa de rádio que eu tive nos anos 1990. Chamava-se Disparate e eu o definia como "uma miscelânea de estilos, comportamentos e considerações". Tocava as coisas mais absurdas, falava o que me vinha à cabeça e recebia visitas inusitadas, que versavam, ou não, ao microfone. Enfim, me divertia além da justa conta naquele estúdio improvisado do bairro de Presidente Altino. Puxa vida, Marcelo, eu é que te agradeço pela consideração, pelo post na rede social do Mark Zuckerberg e pelos comentários elogiosos que ele suscitou.

Osasco, 1995. Um roqueiro ortodoxo visita o amigo, DJ de uma rádio comunitária, e leva seu Loaded, do VU, para tocar no programa. Sai de lá com uma coletânea do Maceo Parker, e velhos conceitos derrubados. Cortesia do tal DJ, um sujeito Pedra 90, chamado Rodrigo Carneiro. Lembro, como se fosse hoje, o impacto da 1° audição desse tema do Sly, via Maceo. Gracias, Mister.

Comentários

Jesse Navarro disse…
Esse programa marcou história naquela rádio. Curtia muito!
rodrigo carneiro disse…
valeu, rapaz! forte abraço.
Marcelo Pinheiro disse…
Só agora é que vi esse post, meu chapa. Satisfação enorme e respeito mútuo. Grande abraço!

Postagens mais visitadas