Gil Scott-Heron (1949 - 2011)


Morreu um dos meus heróis. Há uns anos, batuquei algo - textinho do qual eu gosto bastante - sobre ele na Folha de S. Paulo. Bem, descanse em paz, Gil. Existir não foi fácil.

Comentários

Camacho disse…
Foi-se outro dos poetas de minha predileção. Mas poeta persiste, é assim que funciona.

Li seu texto na ocasião que 'faiô' o show do Sesc e o achei de extrema categoria, aprendi pouco mais sobre o mestre.

A dor e o abraço da afinidade.
rodrigo carneiro disse…
Forte abraço, Camacho!

Postagens mais visitadas