"A ansiedade é muito mais o outro do que eu, é muito mas muito mais uma projeção de slides de focas voadoras no planetário, ali onde sempre quis as pipocas, do lado de fora, as nuvens enjauladas do zoo, as mandalas do cérebro, a poesia dos vagalumes, quando me encantei, o caminho já estava trilhado, olhava para as estrelas no céu e sentia uma saudade, uma profunda saudade (do quê?) – e pronto."

(Ciro Pessoa)

Comentários

Postagens mais visitadas