"Vida passada a limpo"


Tenho uma série de parcerias musicais com Érico Birds, meu querido comparsa de Mickey Junkies – lá se vão duas décadas de fundação da banda. Além de guitarrista e compositor de fino trato, o sujeito é um artista gráfico robusto e, agora, a gente acaba de produzir juntos uma das coisas que eu mais me orgulho nesta vida estranha: a capa do novo livro do meu pai, "Vida passada a limpo". É o que se chama de família, né?

Comentários

Postagens mais visitadas