"Nevermind" chega à casa dos 20 anos; e eu com isso?


Krist Novoselic, Dave Grohl e Kurt Cobain fotografados por Kirk Weddle, autor da imagem do bebê na capa do "Nevermind"


Há exatas duas décadas, Nevermind, segundo álbum do Nirvana, chegava às lojas dos EUA. O impacto do registro na cultura pop é bastante conhecido. O punk foi às massas e, naquele início dos anos 1990, o mainstream, como eu afirmei em uma matéria do Jornal da Tarde, era ser alternativo.



Eu pretendia batucar aqui sobre a minha ligação com isso tudo. Narrar em detalhes como tive acesso ao primeiro disco do trio de Aberdeen, em Washington, Bleach (1989) – gratidão eterna ao saudoso DJ Toninho, do Espaço Retrô – e, anos mais tarde, por conta da participação deles no Hollywood Rock de 1993, ter tido a oportunidade de conhecer pessoalmente o "casal problema" Kurt and Courtney – que festa aquela no Der Tempel, senhores e senhores. Sem contar, os comentários elogiosos do então baterista, Dave Grohl, a respeito dos Mickey Junkies e dos meus parceiros de geração.



Sim, eu pretendia, mas falta-me tempo. O bicho está pegando lá fora e aqui dentro. Não há espaço para nostalgia. Ou há, não sei direito. O fato é que se passaram duas décadas. É um ótimo disco. A mítica se mantém, por mérito, diga-se. Durante toda essa semana vai se falar muito de Nirvana, de grunge, de Seattle e tudo mais. Matérias televisivas, posts na internet, capas de revistas e jornais terão os sujeitos como personagens e diversos eventos estão previstos. Um dos mais interessantes deles, como informa o chapa Lúcio Ribeiro, acontece hoje na capital grunge, às 21h, no Experiment Music Project: o Nevermind Live. Ali, bandas como The Presidents of the United States of America, The Fastbacks, Vaporland, Duff McKagan's Loaded, The Long Winters, Visqueen, Valis (formada por ex-integrantes do Screaming Trees), Campfire OK, Champagne Champagne, Ravenna Woods, Crypts, TacocaT, Vendetta Red, entre outras, irão visitar o repertório de Nevermind na íntegra. A batuta informal será regida por Krist Novoselic, o baixista que criou a banda com Kurt Cobain em 1987. Com ingressos esgotados há meses, o show tributo, em benefício de Susie Tennant, agitadora cultural de Seattle que luta contra um câncer, será transmitido ao vivo, às 1h da manhã desta quarta-feira, horário de Brasília. Acompanherei aqui.

Watch live streaming video from nevermindlive at livestream.com


Atualizado em 21 de setembro: Em tempo, o Nirvana Live não foi assim um show irretocável. O que me pareceu falta de ensaio de alguns, intervalos muito longos entre uma banda e outra, e a encrenca que é tocar as músicas de Kurt Cobain, sem Cobain, se manifestaram aos berros. Contudo, salve o disco, salve o homenageado.

Comentários

conta a história da festa no Der Tempel! abraços xará
rodrigo carneiro disse…
será? acho melhor não, hehe. talvez um dia. abraço.

Postagens mais visitadas