Atleta da madrugada



Parafraseando a criação de Jorge Loredo, o genial Zé Bonitinho, há um tostão da minha voz no novo comercial da Puma. A locução do texto em português da campanha mundial da grife esportiva é minha. Gravei os dizeres, mas não acompanhei até o final o processo de edição, nem a apresentação da peça - ou job, como dizem nas agências - ao cliente . Só tive acesso ao resultado final agora há pouco na televisão. É ótimo ser lembrado pelos amigos da publicidade. Por falar nisso: eis-me aqui, produtore(a)s do meu Brasil varonil. O orçamento agradece. E muito. Câmera, close! Microfone, please!

Comentários

Postagens mais visitadas