Salve, Ornette




Final de semana presenciando Ornette Coleman e sua trupe ao vivo. Duas vezes consecutivas no Sesc Pinheiros, em São Paulo. Com direito à queda de energia neste domingo, e os músicos tocando no escuro, sem amplificação. Só os acordes acolhendo a plateia - que urrava, aplaudia. Momentos depois, a luz voltou e o show seguiu garboso. Não é que as coisas às vezes dão certo?

Comentários

Postagens mais visitadas