Sobre cinema


"O impacto de 'Sem Destino' em seus criadores e na indústria como um todo foi nada menos do que sísmico. [Dennis] Hopper foi catapultado para o panteão das celebridades da contracultura, que incluía John Lennon, Abbie Hoffman e Timothy Leary. Vivia cercado de groupies e acólitos. Ele pode ter começado sozinho a descer pela escorregadia ladeira da megalomania e da grandiloquência, mas também teve um bocado de ajuda. A revista 'Life' chamou-o de "o diretor mais quente de Hollywood". Foi creditado por ter criado, sozinho, "o estilo de uma Nova Hollywood onde produtores usam colares de contas no lugar de alfinetes de gravata de diamante e queimam fumo em vez de mastigar Coronas". Juntamente com [Terry] Southern e [Peter] Fonda, Hopper foi indicado para o Oscar da Melhor Roteiro. O próprio Hopper credita a 'Sem Destino' o fato de ter colocado a cocaína no mapa dos hippies. "Eu sou o responsável pelo problema da cocaína nos Estados Unidos", ele diz. "Não havia cocaína nas ruas antes de 'Sem Destino'. Depois de 'Sem Destino', estava em toda parte.""

(Trecho de "Como a geração sexo-drogas-e-rock'n'roll salvou Hollywood, Easy Riders, Raging Bulls", livro incrível escrito por Peter Biskind, 1998; a edição nacional, da Intrínseca, é de 2009)

Comentários

Postagens mais visitadas