A Orquestra de Metais Lyra Tatuí é o máximo

Orquestra de Metais Lyra Tatuí em ação na praça. Foto: Rodrigo Lopes

Nesses dias do que eu chamo de imersão erudita, por conta da cobertura do Festival de Inverno de Campos do Jordão, tenho assistido a concertos incríveis - numa noite, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a Osesp, executando peças de Beethoven, e, noutra, sob regência de Marin Aslop e Johannes Moser ao violoncelo, criando uma atmosfera vanguardista e, por que não dizer, headbanger no classudo Auditório Cláudio Santoro; o Trio Puelli interpretando George Gershwin, Chick Corea e Leonard Bernstein na Capela do Palácio Boa Vista; Dmitry Mayboroda, sozinho e grave, ao piano no auditório supracitado; entre tantos outros -, mas, sem dúvida, uma das mais emocionantes foi a perfomance ao ar livre, no início da tarde de sábado, 7, da Orquestra de Metais Lyra Tatuí, uma molecada periférica, sob regência de Adalto Soares, que costuma frequentar o circuito Espanha, Alemanha e Holanda. Performática ao máximo e extramamente carismática, a garotada encanta com passos coreografados, jogos de cena e muita música. Na receita, samba, jazz e outros bichos. Quem tiver a oportunidade de vê-los em ação, agarre a chance, pois não haverá arrependimento, garanto. Afinal, foram maravilhosos os momentos pelos quais todos nós passamos aqui na Praça do Capivari, em Campos do Jordão.

Comentários

voz de tatui disse…
é d+ mais mesmo , eita Tatuí , minha cidade queriada
RODRIGO CARNEIRO disse…
Salve, Tatuí e seus talentos.

Postagens mais visitadas